Veias saltadas nas pernas: quando são normais e quando buscar tratamentos

veias saltadas nas pernas

Você já reparou que algumas pessoas têm veias saltadas nas pernas mais visíveis do que outras? 

Isso pode ser apenas uma característica física, mas também pode indicar um problema de circulação venosa. 

Para saber diferenciá-las é importante entender suas causas e principalmente a associação com outros sintomas que podem indicar uma condição varicosa.

Se você está com veias saltadas nas pernas ou conhece alguém com essa condição, esse texto é para você.

A linha Varicell pode te ajudar nesse tratamento das varizes nas pernas, trazendo alívio para os sintomas melhorando a circulação sanguínea nas pernas.

Vamos explicar o que podem ser, quais são as principais causas, como diferenciá-las das varizes e como tratá-las. Acompanhe!

O que podem ser as veias saltadas nas pernas?

As veias são os vasos sanguíneos que levam o sangue de volta ao coração, depois de ter passado pelos órgãos e tecidos do corpo. 

Quanto mais na extremidade do corpo, mais difícil fica para o sangue retornar ao coração, e no caso das pernas ainda tem a gravidade agindo contra.

Isso por si só pode contribuir para o aparecimento de veias saltadas nas pernas que ficam mais evidentes na superfície da pele, podendo ter uma cor azulada ou arroxeada. 

Não são preocupantes quando se trata apenas de uma questão anatômica, ou seja, quando as veias são mais superficiais e próximas da pele, ou quando há menos gordura subcutânea ou mais massa muscular na região.

A musculação, por exemplo, pode fazer com que as veias fiquem mais saltadas, no entanto é um estágio temporário.

Por isso é importante observar se há outros sintomas associados para determinar se é algo preocupante ou não.

Veias saltadas nas pernas: quando são normais e quando buscar tratamentos

Principais causas de veias saltadas nas pernas

Algumas situações podem favorecer o aparecimento de veias saltadas nas pernas, como:

Genética

Algumas pessoas têm uma predisposição familiar para ter veias mais frágeis e com válvulas menos eficientes, o que facilita o acúmulo de sangue nas pernas.

A princípio não é nenhum risco, porém é importante agir preventivamente para evitar o surgimento das varizes.

Idade

Com o avançar da idade é natural que as veias percam a elasticidade e haja um desgaste nas válvulas, dificultando o retorno venoso.

Por isso que a incidência maior de varizes é a partir dos 40 anos de idade.

Sexo 

Devido às alterações hormonais, é mais comum que as veias saltadas nas pernas sejam mais comuns em mulheres do que nos homens.

Durante a gravidez é ainda mais arriscado desenvolver um quadro de varizes, uma vez que os hormônios estão ainda mais descontrolados e ainda há um aumento do volume de sangue no corpo da mulher.

Obesidade e sedentarismo

O excesso de peso sobrecarrega as veias das pernas e dificulta a circulação do sangue fazendo com que haja acúmulo na região favorecendo o aparecimento das varizes.

Quando associado ao sedentarismo, a contração dos músculos fica reduzida, atrapalhando ainda mais o retorno do fluxo sanguíneo.

Qual é a diferença entre veias saltadas nas pernas e varizes?

As varizes são um tipo específico de veias saltadas nas pernas, que se caracterizam por serem dilatadas, tortuosas e insuficientes, ou seja, incapazes de cumprir sua função de levar o sangue de volta ao coração. 

As varizes costumam ter uma cor púrpura-azulada e surgem ao longo dos anos, principalmente nas panturrilhas e coxas.

Vem acompanhada de sensação de peso nas pernas, dor, inchaço, coceira e cãibras.

Quando não tratada, pode trazer complicações como trombose venosa profunda (formação de coágulos dentro das veias), dermatite (inflamação da pele), erisipela (infecção da pele) e úlcera varicosa (ferida na pele).

Já as veias saltadas nas pernas, nem sempre são sinal de um quadro varicoso, por vezes são meramente estéticas vinda de fatores genéticos ou ambientais.

Quando se preocupar com as veias saltadas nas pernas?

As veias saltadas nas pernas sozinhas costumam ser algo normal, principalmente após a prática de exercícios físicos.

Por exemplo, após uma sessão de treino na academia, é natural que as veias fiquem mais saltadas, porém isso é temporário.

Caso não voltem ao normal depois de um tempo, ou apresentem algum dos outros sintomas em conjunto, é ideal procurar um médico vascular para exames investigativos.

Quando antes detectadas, mais fáceis e menos invasivas são os tratamentos para as varizes.

Veias saltadas nas pernas: quando são normais e quando buscar tratamentos

Como tratar as veias saltadas nas pernas?

O tratamento das veias saltadas nas pernas depende da causa, do tamanho e da localização das veias. 

Geralmente só é indicado qualquer tipo de tratamento quando há algum outro sintoma associado além da questão estética.

Nesses casos, é essencial procurar um médico especializado que vai indicar o melhor tratamento para cada caso.

Alguns medicamentos, por exemplo, como os da linha Varicell, atuam na melhora da circulação sanguínea e aliviam os sintomas das varizes.

Tem opções em comprimidos para serem ingeridos diariamente e em creme para passar no local afetado trazendo alívio.

Confira com seu médico se há contraindicações e conheça os detalhes da linha Varicell.

Outras opções menos invasivas que tratam os sintomas são as meias elásticas de compressão, que inclusive podem ser usadas de maneira preventiva para quem tem predisposição genética.

As meias facilitam o retorno do sangue ao coração, aliviam os sintomas de dor e cansaço das pernas.

Casos mais avançados podem demandar procedimentos direcionados como a escleroterapia.

Essa técnica consiste na injeção de substâncias diretamente nas veias afetadas que vão “matar” as varizes.

 Pode ser feito com glicose concentrada, espuma de polidocanol ou laser.

Para os casos mais graves, com veias saltadas nas pernas realmente protuberantes, a intervenção cirúrgica é a única solução.

É o tratamento mais invasivo, portanto só deve ser uma alternativa quando todos os métodos anteriores se mostrarem ineficientes,

Hábitos preventivos

Algumas ações podem ajudar na prevenção das varizes e até mesmo para o tratamento em estágios iniciais, como:

  • Praticar exercícios físicos regularmente, especialmente os aeróbicos, como caminhada, bicicleta ou natação;
  • Manter o peso adequado para a altura e a idade;
  • Evitar ficar muito tempo em pé ou sentado na mesma posição, fazendo pausas para movimentar as pernas;
  • Elevar as pernas sempre que possível, para facilitar o retorno do sangue;
  • Evitar o uso de roupas apertadas ou sapatos de salto alto;
  • Hidratar bem a pele das pernas com cremes específicos para melhorar a circulação e a aparência das veias. A linha Varicell creme ou Varicell comprimidos são boas opções para esse tratamento.

Conclusão

As veias saltadas nas pernas podem ser normais ou preocupantes, dependendo da causa e dos sintomas associados. 

Se associadas a outros sintomas podem indicar um problema de circulação venosa chamado varizes, que pode trazer complicações se não for tratado adequadamente. 

Por isso, é importante consultar um médico angiologista ou cirurgião vascular para fazer uma avaliação e receber a orientação adequada.

Como vimos, há vários tratamentos para os quadros de varizes, desde os mais simples até aqueles mais invasivos e arriscados.

Agir preventivamente é sempre um ótimo caminho, especialmente para quem tem predisposição genética. 

A linha Varicell pode te ajudar nesse tratamento das varizes nas pernas, trazendo alívio para os sintomas e melhorando a circulação sanguínea nas pernas. 

E lembre-se: Fale com seu médico antes de tomar quaisquer medicamentos.

TAGS:

COMPARTILHE:

Conheça a Linha Varicell®

Siga Varicell®

Você também vai gostar